Piauiense é executada com 17 tiros na porta de casa em Aparecida de Goiânia | Piripiri40Graus

Piauiense é executada com 17 tiros na porta de casa em Aparecida de Goiânia

A piauiense Maria Helena Siqueira Matias, de 19 anos, natural do município de Bom Jesus, foi assassinada na sexta (16) em Aparecida de Goiânia (GO). Ela estava na porta de casa quando foi atingida com pelo menos 17 tiros.

O namorado, Diogo Alves Nunes, 21 anos, também foi executado.  A quantidade de tiros só será confirmada após o laudo do Instituto Médico Legal. Diogo teria sido atingido com pelo menos nove perfurações.
O duplo homicídio ocorreu no jardim Mont Serrat, região metropolitana da capital, e até o momento nenhum suspeito foi preso.  O s jovens mantinham o relacionamento há cerca de dois anos.
Os corpos do casal foram enterrados na noite de ontem (17) no mesmo jazigo no Cemitério Jardim da Paz, na cidade onde ocorreu o crime e os dois moravam.  
O Cidadeverde.com conversou com um amigo da família, que não será identificado. Ele disse que os moradores de Bom Jesus estão sem acreditar no que ocorreu. Maria Helena era conhecida na região. 
“Ela é de uma família grande, conhecida aqui. Todos estamos arrasados, se perguntando por que tudo isso aconteceu”,  disse. 
O delegado Fabrício Flávio Pereira informou que nada foi levado das vítimas. O casal não possuía antecedentes criminais.
De acordo com o Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), Maria Helena foi encontrada morta na porta de casa. Já o namorado estava caído ao lado do carro do pai dele, um VW Jetta, a cerca de 100 metros do corpo da jovem.
A polícia suspeita de que os suspeitos de praticarem o crime cortaram o pneu do automóvel para obrigar Diogo a parar e trocá-lo; indicando que o duplo homicídio foi premeditado.

Notícias Relacionadas

Polícia 176431534947799969

Postar um comentárioDefault Comments

emo-but-icon

Facebook

Parceiros

item